Portal de Encruzilhada - Sua fonte de notícias na cidade de ...

Sabado, 13 de Julho de 2024
Audiência de ex-diretor da casa de passagem inicia hoje.

Justiça

Audiência de ex-diretor da casa de passagem inicia hoje.

Zeferino Fagundes Correa está preso desde agosto de 2023 acusado de estupro de vulneráveis

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Acontece hoje, no Fórum de Encruzilhada do Sul, a audiência de Zeferino Fagundes Correa, o Puma.

Zeferino (43 anos), era o diretor da Casa de Passagem e foi preso no dia 24 de agosto do ano passado, quando saia da sua própria casa com uma adolescente de 12 anos que relatou ter sido abusada em mais de 30 ocasiões. Segundo a vítima, os abusos aconteciam desde novembro de 2022.

Após a prisão, uma carta de outra menor foi encontrada, relatando os abusos desde o primeiro dia de chegada da adolescente ao abrigo. 

Publicidade

Leia Também:

Investigações da policia civil, deram conta de outros dois casos, incluindo o de um bebê de 2 anos.

Zeferino estava recluso no presídio de Santa Cruz do Sul. Segundo informações obtidas pelo Portal de Encruzilhada, o ex-diretor ingressou na faculdade neste período, o que pode levar a diminuição da pena, se proferida, no julgamento desta semana.

Por envolver menores de idade, o caso segue em segredo de justiça. 

As provas contra 

A polícia apurou que Puma, mantinha um sistema de câmeras de videomonitoramento em sua sala, que fazia ele saber quem estava por chegar próximo da repartição.

Conforme o delegado Róbinson Palomínio, esse fato mostrava que o acusado agia premeditadamente e é um indício de que buscava manter relações sexuais com as vítimas de forma a não ser pego em flagrante. Outro fato que chamou a atenção dos investigadores é que no dia do flagrante, a vítima de 12 anos tinha consigo uma garrafinha do refrigerante Coca-Cola. Em buscas na casa, foram encontradas várias garrafas iguais na geladeira.

Para a Polícia Civil, provavelmente, a bebida era oferecida à vítima após as relações sexuais. Outra evidência foi que, em depoimento, a menina disse ter usado lenço umedecido após a relação sexual pouco antes do flagrante. No dia do cumprimento do mandado, dentro do lixo do banheiro da casa do suspeito, havia um pacote de lenços umedecidos.

 

FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Policia Civil
Comentários:
Portal de Encruzilhada
Portal de Encruzilhada

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!